Membro engalanado desta mocidade, vos trago minha coronária cortesia para este flerte com a taquicardia prévia ao furdunço de Momo. Se ano passado o fiz de mãos dadas Dionísio, desta vez o perfumo com o cheiro do enlace entre a nossa essência foliã, aquela que nos traja de civilização no tríduo de fevereiro, e sua faceta apolínea.

Falo, meu nobre, daquilo que embala uma das mais sofisticadas materializações de signos comunitários e artifícios de inclusão (e aparição) social de gente que esta dimensão tem notícia, nossos anestesiantes Grêmios Recreativos Escolas de Samba. 

Dicaju 39 - Sambas de Enredo se fantasia com quartorze das canções que, além de tornarem o gênero o único épico urbano contemporâneo deste planeta (e isso não é pouca coisa), servem de primeiro tempero de memória afetiva que guardamos desta manifestação.

Pela voz de membros de nosso panteão (ou nem tanto), vamos com 4 hinos da minha querida Portela, 2 da Em Cima da Hora além de exemplares unitários de Salgueiro, Vila Isabel, Império Serrano, Camisa Verde e Branco, Leandro de Itaquera, Mocidade Independente de Padre Miguel e Império da Tijuca. Me dê a honra de         vossa escuta e um belíssimo Carnaval, minha amizade

        1 - Tom Zé – Sonho Colorido de Um Pintor // GRESM Camisa Verde e Branco – 1971

        2 - Maria Bethânia – Das Maravilhas do Mar, Fez-se o Esplendor de Uma Noite // GRES Portela – 1981 – 01:48

        3 - Clara Nunes – Mistiscimos da África ao Brasil // GRESE Império da Tijuca – 1971 - 04:23

        4 - Jorge Ben – O Saber Poético da Literatura de Cordel // GRES Em Cima da Hora – 1973 - 07:25

        5 – Paulinho da Viola – Lapa em Três Tempos // GRES Portela – 1971 - 12:06

        6 - Erasmo Carlos – Xica da Silva // GRES Acadêmicos do Salgueiro -  1963 - 14:58

        7 - Fundo de Quintal – Martim Cererê // GRES Imperatriz Leopoldinense – 1972 - 18:03

        8 - Elza Soares – A Festa do Divino // GRES Mocidade Independente de Padre Miguel – 1974 - 22:30

        9 - Chico Buarque – Lendas e Mistérios da Amazônia // GRES Portela – 1970 - 25:45

       10 - Martinho da Vila – Sonho de um Sonho // GRES Unidos de Vila Isabel – 1980 - 27:57

       11 - Jovelina Pérola Negra – 33, Destino Dom Pedro // GRES Em Cima da Hora – 1983 - 30:22

       12 - Roberto Ribeiro – Eu Quero // GRES Império Serrano – 1986 - 33:44

       13 - Leandro Lehart – Babalotin // GRCES Leandro de Itaquera – 1989 - 38:28

       14 - Alcione – Contos de Areia // GRES Portela – 1984 - 42:32

       Forte Abs, Amizade